IMG_20200414_0009_edited.jpg

[bio] substância biologicamente muito ativa, secretada especialmente por insetos e mamíferos, com funções de atração sexual, demarcação de trilhas ou comunicação entre indivíduos; ferormônio. do grego phero que significa transmitir, e da expressão hormona também de origem grega que significa “excitar”.

Em sua poética, o Feromônias quer dessexualizar prazeres propondo a apreciação de seus libídos como ferramenta de autoconhecimento. O fio condutor que liga o prazer físico ao clímax e seus pontos de partidas e chegadas. Do desnude moral ao físico para a autonomia sexual. O sagrado e o profano. De dentro pra fora.

LOGO BLE.jpg

Clique e veja a exposição completa 

BLE Galeria

Conheça as artistas:

Anna Janot

Designer gráfica e artista visual. Faz colagens manuais de temáticas diversas e brinca com o universo surreal. Além disso, um de seus focos é o artivismo feminista; se utilizando de ironias, erotismo e símbolos de resistência.

@annarcolagem

www.annajanot.com.br/colagem

Ana Brito

Carioca da gema, descobriu que ser livre é o melhor caminho pra se achar. Vive de arte e empreendedorismo. Não sabe responder quando perguntam o que ela é.  

Ela é um monte de coisas.

@carolaana

Layse Almada

 

@laysealmada

Jota Carneiro

A artista visual e ilustradora ativista Jota Carneiro, propõe a discussão de comportamentos e tabus sexuais através de seu trabalho. Desmistificando a anatomia feminina, abordando o erotismo como expressão de identidade e liberdade.

@jota.carneiro

Verônica Leite

A arte sempre este presente nela, hoje como forma de resistência, produz colagens fazendo sempre recortes sobre política, feminismo, liberdade sexual feminina, anti-fascismo e anti-racismo para ampliar o debate sobre questões que afogam a sociedade.

@leiteveve

Cris Lamartine

A carioca Cristiane Lamartine começou a tecer sua história com as artes visuais na infância. Dos cursos de artes partiu para a graduação em comunicação visual, onde se envolveu com o fetiche e a erótica como objeto de estudo e inspiração, sempre lançando um olhar sobre questões do corpo, da subjetividade e da cultura material.

@lamartinecris